Sobre nós

Palavra Inicial

        O mundo contemporâneo apresenta desafios inusitados para a psicanálise e para o psicanalista. São, precisamente, problemas cruciais que batem à nossa porta, muitos questionamentos incontornáveis que exigem um posicionamento do psicanalista. Cada psicanalista se vê confrontado por essas questões e, certamente, tece considerações pertinentes que partilha com seus pares e até mesmo se manifesta em espaços públicos. Como alcançar o horizonte em que se situa a subjetividade de nosso tempo? Expresso aqui alguns problemas cruciais que nos acossam.
        O futuro da prática criada por Freud estaria em vias de ser suplantado, substituído e banido por terapias ancoradas nas neurociências? Ora, a psicanálise nada tem a temer das neurociências. A pretensão de reduzir a especificidade dos fenômenos psíquicos a conexões neuronais tem uma longa história, começando pela frenologia do século XVIII, que foi questionada por Hegel ao enunciar seu implícito: “o espírito é um osso”. Atualmente, acompanhamos um grande avanço: substituir a alma por genes e neurotransmissores e, em decorrência, substituir o coração da prática psicanalítica, a fala, por psicofármacos. Contudo, o psicanalista segue com interesse os avanços significativos no tocante às bases neuronais do comportamento humano.
        Como o psicanalista e a instituição psicanalítica se posicionam frente aos avanços propostos nos atuais manuais de diagnóstico e tratamento psiquiátricos por meio do que se denomina simplesmente de “transtornos psíquicos” em substituição às clássicas noções de psicopatologia? Ora, a pretensa higienização dos quadros clínicos, que vem acompanhada de uma demonização do páthos e de sua lógica, manifesta uma explícita recusa em reconhecer a incidência de uma lógica inconsciente que subjaz às articulações da psique.
        A psicanálise teria algo a temer dos questionamentos incisivos dos movimentos Queer? No âmbito social, a pretensão de substituir a noção de sexualidade pela noção de gênero certamente toca em uma questão crucial: a defesa de minorias excluídas. Entretanto, parece que esses movimentos estão em atraso quanto à crítica da hegemonia do monocentrismo masculino, assim como passam ao largo do que constitui o núcleo da descoberta freudiana, cuja lógica foi explicitada por Lacan, ou seja, a impossibilidade de a linguagem representar o sexo. A tese subjacente a esses movimentos se ancora no pressuposto de que não haveria qualquer ponto de impossibilidade para o existente humano, cujos efeitos sociais e psíquicos, especialmente no tempo de humanização da cria humana, correm em consonância com a economia neoliberal dominante.
        Muitas outras questões emergem na interface entre a clínica psicanalítica e a pólis. A psicanálise certamente não se restringe ao âmbito da vida privada, como se evidencia nas intensas incursões de Freud no que diz respeito à civilização (processo de humanização) e à cultura (estabelecimento dos laços sociais). Deslindar a interface entre a subjetividade e suas cenas íntimas e a esfera pública é uma questão crucial para a psicanálise. Como fazer isso? Muitos avanços foram propostos por Freud, como ele o fez em Totem e tabu, O futuro de uma ilusão, Sobre a guerra e a morte, Psicologia da massa e análise do eu, Mal-estar na civilização, O homem Moisés e a religião monoteísta, além de seus escritos sobre a arte e a literatura. O pressuposto que fundamenta suas incursões na cultura é um só, explanado em sua obra capital: o inconsciente opera determinações que não deixam nenhuma palavra, pensamento ou ação fora de seu campo. Lacan leu atentamente isso e enunciou: o inconsciente, como campo do Outro (o social), se estrutura como uma linguagem. Aquilo que brota no âmbito pulsional se estrutura na linguagem, e nisso advém a subjetivação. Encontro nunca bem resolvido, sempre problemático, entre o pulsional e o civilizatório. Entretanto, o que se passa no social é tão íntimo, ou seja, é extimo, que Lacan poderá dizer: o inconsciente é a política! Como ler esse enunciado? Desafio incontornável para a psicanálise e para os psicanalistas! Talvez a psicanálise não deveria se limitar a ocupar um lugar, entre outros, na pólis. Isso já foi um enorme desafio enfrentado por Freud em seu tempo. O que poderia significar introduzir a pólis dentro da psicanálise, considerando o que seria seu futuro? A psicanálise tem futuro?
        Ainda no tocante ao tema, cabe lembrar a interrogação que Freud nos legou:

Boa parte da peleja da humanidade se concentra em torno da tarefa de achar um equilíbrio adequado, isto é, que traga felicidade, entre tais exigências individuais e aquelas do grupo, culturais; é um dos problemas que concernem ao seu próprio destino, a questão de se esse equilíbrio é alcançável mediante uma determinada configuração cultural ou se o conflito é insolúvel (Mal-estar na civilização, 1930).

       A interface psicanálise e política nos remete às irrupções de violência que compõem as cenas cotidianas. Acabamos de acompanhar o julgamento levado a cabo pelo STF: a tese de legítima defesa da honra para justificar a absolvição de acusados por feminicídio foi considerada inconstitucional por unanimidade. Avanço significativo no tocante a impunidades repugnantes à mais primária noção de justiça. A postulação freudiana de que toda violência, em sua base, é fomentada pelo sexual incestuoso poderia atualmente nos orientar nos meandros das cenas íntimas assim como nos conflitos sociais. E a violência em relação àqueles que não pensam como nós e que, em decorrência, são insultados, maltratados e segregados? Indícios do mal-estar no laço social.
        E a inteligência artificial? E o mundo virtual? Como se situa o psicanalista, calcado em sua experiência clínica, a respeito da acelerada colonização da vida cotidiana e suas linguagens pelos implacáveis algoritmos? Vemos que nossas escolhas, subjetivamente apercebidas como autônomas, nos são impostas pelos centros de armazenamento de dados que nos dizem respeito. A capacidade crescente e ilimitada do Big Data em direcionar e determinar os processos de tomada de decisão, propondo sempre ações mais eficientes, em breve tempo poderá suplantar nossa capacidade de decisão e anular nossa implicação ética em nossas ações. Google, entre outros, já decide muitas coisas por nós. Questão ética urgente!
     Os efeitos sociais e subjetivos da expansão acelerada da IA, aliados ao rápido desenvolvimento da biotecnologia, nos defrontam com questões inusitadas. O domínio crescente das funções orgânicas, como a reprodução humana, tende a excluir a importância da referência ao Outro e o engajamento da palavra no advento de um novo ser. Enfim, nas redes sociais, se impõe uma nova lógica que se caracteriza por dois postulados: uma horizontalidade generalizada que desqualifica o lugar da autoridade e a suposição de que nossos atos poderão acontecer impunemente, ou seja, a prevalência de uma lógica inconsequente. E assim vemos surgir a afirmação de uma autonomia irrestrita: tudo seria possível!
        A formação do psicanalista, questão sempre problemática e crítica, poderia se dar de modo light ou até mesmo acadêmico? Não teríamos que retomar os fundamentos e os modos de dirigir as análises propostos por Freud? Como é considerado, em nossa concepção da práxis psicanalítica, o par freudiano transferência/resistência? Em que ponto resistimos ao inconsciente?
        Esses são alguns problemas cruciais que se colocam hoje para a psicanálise e para os psicanalistas, abalando nosso conforto e nossas certezas.

Mario Fleig
Presidente da Escola de Estudos Psicanalíticos, gestão 2023-2025

Conselho da Escola de Estudos Psicanalíticos 2023/2025

Presidência
Presidente: Mario Fleig
Vice-Presidente: Návia Terezinha Pattussi

Tesouraria
1º Tesoureiro: Ricardo Bertazzo Ghilardi
2ª Tesoureira: Daisy Dalmaz

Secretaria
1ª Secretária: Renato Leite Gonçalves
2ª Secretária: Lia Cunha Poletto

Comissão de Formações
Conceição de Fátima Beltrão Fleig
Margareth Kuhn Martta,
Maria Nestrovsky Folberg
Mario Fleig
Nair Macena de Oliveira
Návia Terezinha Pattussi
Sônia Maria Perozzo Noll

Comissão de Publicações
Adriana Rossetto Dallanora
Alderi Fátima Tomazini
Ariela Siqueira Dal Piaz
Beatriz Dias Malo
Carmen Franzen
Elenice Cazanatto
Maria Cristina Hein Fogaça
Maria Virgínia Eggers
Mario Fleig
Marisa Gabbardo
Matheus Minella Sgarioni
Nair Macena de Oliveira
Rafaela Beal Bossardi
Ricardo Casanova
Viviane Carla Dall'Agnol

Comissão de Difusão
Matheus Minella Sgarioni (coordenação)
Cassiano Castro Santana
Caroline Borges Tavares

Extramuros
Conceição de Fátima Beltrão Fleig
Rosane de Abreu e Silva

SEDES DA EEP

Porto Alegre
Rua Miguel Tostes, 949, sala I
Bairro Rio Branco
(51) 3328 4727
WhatsApp (51) 9 9221 2557

Caxias do Sul
Rua Dal Canale, 2186, sala 6014
Bairro Exposição
(54) 3538 9903
WhatsApp (54) 9 9242 1962

Chapecó
Rua Uruguai, 71 E, sala 208
WhatsApp (49) 9 9824 6006

OUTROS LOCAIS COM ATIVIDADES DA EEP

Bento Gonçalves
Rua Ramiro Barcelos, 602 - Bairro Centro
Av. Dr. Casagrande 466, sala 305 - Bairro Cidade Alta

Francisco Beltrão
Av. Júlio Assis Cavalheiro, 900, sala 305

Garibaldi
Av. Rio Branco, 203, sala 308, Bairro Centro

São Leopoldo
Sede Associação Clínica Freudiana - (51) 3592-8893

Membros Clínicos, Membros e Proponentes

Adriana Rossetto Dallanora - Membro Clínico
adrirossetto72@gmail.com - (51) 9 8151 7115

Alderi Fátima Tomazini - Membro Clínico
alderift@gmail.com - (51) 9 9903 7864

Alessandra Kuhn Martta - Membro
alessandramartta@hotmail.com - (54) 9 9114 7949

Alexandre Uarth Christoff - Membro
christoff.alexandreuarth@gmail.com - (51) 9 9918 1289

Alfredo Santiago Culleton - Membro Clínico
alfredoculleton@hotmail.com - (51) 9 8585 8385

Aline Sabino da Silva Paloschi - Proponente
alinesabino@hotmail.com - (54) 9 9983 7725

Ana Moura - Membro
anamouraphilomena@gmail.com - (51) 9 9961 3349

Anabel Elisabete Gedoz Tieppo - Membro
anabel@tieppo.com.br - (54) 9 9144 9233

Ariela Siqueira Dal Piaz - Membro Clínico
arielasdp@gmail.com - (54) 9 9151 1171

Beatriz Dias Malo - Membro
bmalo@uol.com.br - (51) 9 9974 9183

Bernardo Mantovani - Membro Clínico
mantovanibernardo@yahoo.com.br - (54) 9 9104 7394

Camila Prigol Machado - Membro
psi.camilaprigol@gmail.com - 1(518) 818 4178

Carine Antunes da Silva - Membro
cari.antunes@hotmail.com - (54) 9 9636 0259

Carmen Franzen - Membro
carmensilf@gmail.com - (51) 9 9186 7714

Caroline Borges Tavares - Proponente
kakaborgestavares@gmail.com - (54) 9 9991 5777

Cassiano Castro Santana - Membro
kassianosantana@hotmail.com - (54) 9 9907 9656

Cláudia Bisol - Membro
claubisol@gmail.com - (54) 9 8119 9909

Conceição de Fátima Beltrão Fleig - Membro Clínico
fleigfatima@gmail.com - (51) 9 8420 0590

Daisy Dalmaz - Membro
daisydalmaz@hotmail.com - (54) 9 9972 3290

Denise Nunes Mousquer - Membro Clínico
demousquer@gmail.com - (51) 9 9961 4515

Elenice Cazanatto - Membro Clínico
nicecazanatto@yahoo.com.br - (54) 9 9989 3091

Eliandra Solivo - Proponente
eliandra.solivo@gmail.com - (49) 9 8425 7217

Emilly dos Santos Gomes - Membro
emillyg15@gmail.com - (54) 9 9126 1827

Érico Peres Oliveira - Membro
peresoliveiraerico@gmail.com - (46) 9 9138 2841

Fabiane Schuster Dörr - Proponente
psifabiane.s@gmail.com - (54) 9 9167 2010

Fernanda Castro - Proponente
fernanda.francocastro26@gmail.com - (51) 9 9256 2266

Francine Longhi - Membro
francinelonghi@gmail.com - (54) 9 9238 1393

Gabriela Ramos de Oliveira - Proponente
psigabrielaro@gmail.com - (54) 9 8412 9515

Geórgia Trentin - Membro
gege_lize@hotmail.com - (54) 9 9157 4520

Gilson Firpo - Membro
gilsonfirpo@gmail.com - (51) 9 9811 2507

Giselle Dalsochio Montemezzo - Membro
giselle.dalmontemezzo@gmail.com - (54) 9 9978 3109

Guilherme Gatelli Rodrigues - Proponente
ggatellir@gmail.com - (54) 9 9163 7108

Helena Mariani Rizzon - Membro
hmrizzon@gmail.com - (54) 9 9979 2050

Izabel Cristina Ludwig - Proponente
izabel.ludwig19@hotmail.com - (54) 9 9624 0016

Izabel Joana Dal Pont - Membro
ijdalpont@terra.com.br - (54) 9 9187 9449

Jaqueline Rizzon - Membro
jaquerizzon@hotmail.com - (54) 9 9131 5097

Jennifer Esteves - Proponente
jennifer-esteves@live.com - (54) 9 9167 1616

Josiane Borges Soares - Proponente
josibsoares@gmail.com - (54) 9 9714 4045

Karen Poletto - Membro
kapoletto@gmail.com - (54) 9 9171 4431

Léia Mara Loss - Membro
leiamaraloss@gmail.com - (54) 9 9120 3009

Letícia Marcolin Filippi - Membro
letimarcolin@hotmail.com - (54) 9 9992 3988

Letícia Schmarczek Figueiredo - Membro
schmarczekfigueiredo@gmail.com - (51) 9 8154 1226

Lia Cunha Poletto - Membro
liacpoletto@gmail.com - (49) 9 9919 9293

Luana Gallo - Membro
luanagallo28@hotmail.com - (54) 9 9603 8518

Luciane Dal Vesco Ferrari - Membro
luciane.dalvescoferrari@gmail.com - (54) 9 9936 7062

Márcia Regina Neves - Membro
neves.m@terra.com.br - (54) 9 9978 8697

Margareth Kuhn Martta - Membro Clínico
margarethmartta@gmail.com - (54) 9 9118 3534

Maria Cristina Hein Fogaça - Membro
mcrisfogaca@terra.com.br - (51) 9 9965 8992

Maria do Carmo Torres Mattana - Membro
mctmatt@terra.com.br - (54) 9 9118 0538

Maria Eduarda Telles - Proponente
meptelles@ucs.br - (54) 9 8147 6935

Maria Nestrovsky Folberg - Membro
m.folberg@terra.com.br - (51) 9 9155 9009

Maria Virgínia Eggers - Membro
mveggers@terra.com.br - (51) 9 9121 3696

Mario Fleig - Membro Clínico
mfleig77@gmail.com - (51) 9 8449 0590

Marisa Gabbardo - Membro Clínico
marisagabbardo@gmail.com - (54) 9 9219 4474

Maristela Colombo Freisleben - Membro
mcfreisleben@gmail.com - (54) 9 9963 7855

Marjane Fernandes de Aguiar Biasin - Membro
marjanebiasin@yahoo.com.br - (54) 9 9663 0171

Martha Marlene Wankler Hoppe - Membro
marthawhoppe@gmail.com - (51) 9 8177 8547

Matheus Minella Sgarioni - Membro Clínico
matheusminella@gmail.com - (51) 9 8437 6383

Mônica Parreiras - Membro Clínico
monicaparreiras@gmail.com - (51) 9 9451 3313

Nacitamara Fiorentini - Membro Clínico
nacitamarafiorentini@gmail.com - (54) 9 9978 8107

Nair Macena de Oliveira - Membro Clínico
macenanair@gmail.com - (51) 9 9999 8880

Nara Lúcia Girotto - Membro Clínico
girottonaralucia@gmail.com - (51) 9 9709 3343

Návia Terezinha Pattussi - Membro Clínico
naviapattussi@gmail.com - (49) 9 9987 0838

Rafaela Beal Bossardi - Membro Clínico
rafaelabossardi@yahoo.com.br - (54) 9 9181 4873

Renato Leite Gonçalves - Membro Clínico
psicologia.renato@gmail.com - (51) 9 9393 3418

Ricardo Bertazzo Ghilardi - Membro
rbghilardi@gmail.com - (51) 9 9325 3465

Ricardo Casanova - Membro Clínico
rickiicasanova@yahoo.com.br - (54) 9 9138 1948

Rita Eloisa Bortolotto Lizott - Membro
relizott@bol.com.br - (54) 9 9127 4042

Rosane de Abreu e Silva - Membro
rasgam@terra.com.br - (51) 9 9107 8681

Rudimar Mendes - Membro
rudimar-mendes@gmail.com - (54) 9 9967 0414

Salete Damian - Proponente
saletedamian@hotmail.com - (49) 9 9827 9727

Sandra Helena Mazzocchi - Membro
mazzocchisandra@gmail.com - (54) 9 8117 9772

Sônia Maria Perozzo Noll - Membro Clínico
sonia.noll@gmail.com - (54) 9 8407 0033

Sofia Guerreiro Sangalli - Proponente
psisgsangalli@gmail.com - (54) 9 8161 7621

Thays Carvalho Gonem - Proponente
thaysgonem@gmail.com - (54) 9 9178 1551

Tiago Vinicius Febel Sérgio - Proponente
tiagovfebel@gmail.com - (51) 9 9957 9092

Valdir Weber - Proponente
vweber104@gmail.com - (54) 9 9921 7633

Vânia Aparecida Pattussi - Membro
vaniapattussi@uol.com.br - (49) 9 9987 0644

Viviane Carla Dall'Agnol - Membro Clínico
vivianedag07@gmail.com - (54) 9 9979 1533

Willian de Souza Xavier - Proponente
wdsxavier@hotmail.com - (54) 9 9621 3986